1 nov 2019
Raid Transul Media
MEDIA

O Raid Trans'ul encerrou o calendário Emotions Portugal TT 2019, com uma Aventura bem a Sul de Portugal.
Com início no Alentejo Star Hotel, nas Minas de São Domingos, pouco a pouco, os 80 participantes, em mais de 30 viaturas, foram chegando, de Norte a Sul do país. Após o jantar de boas vindas e o briefing para o fim de semana, as equipas recarregaram energias para os longos km's que tinham pela frente...
 
 
 
Sábado, com o bom tempo a manifestar-se logo pela manhã (para desespero dos locais, pois há meses que não chovia), após o pequeno almoço, "Sudoeste" era a "palavra de ordem". Os primeiros Km's atravessaram o antigo couto mineiro das Minas de São Domingos, com passagem pela Achada do Gamo (local onde era extraído o enchofre), até entrar no Pomarão, seguindo depois pela margem do Guadiana.
 
 
 
 
 
“A mina de São Domingos localiza-se na Faixa Piritosa Ibérica (FPI), mundialmente reconhecida pela sua riqueza em sulfuretos maciços vulcanogénicos, vulgarmente conhecidos por pirites.
Esta província metalogenética forma um arco com 250km de comprimento e 30km de largura, que abrange parte do Alentejo, do Algarve e da Andaluzia."
 
Chegados a Mértola, os participantes foram recebidos na Herdade Vale d'Évora, com um "pequeno almoço" bem nutritivo, onde Nuno Martins, o proprietário da Herdade, contou algumas estórias da evolução da vinha, partilhando uma paixão e dedicação que, mesmo sem provar os néctares, já se sentia uma "magia" especial!
Página a página, o road-book foi somando km's ao longo de rios (ainda secos), alguns corta-fogos e um "verde", já Algarvio, até ao local onde foi servido o almoço. Poucos km's a Norte das praias que servem de repouso a uma imensidão de turismo de praia, existe um Algarve carregado de sabores, pratos típicos e tradições...
Para a parte da tarde estavam reservadas as margens da "Barragem do Funcho", que rapidamente levaram os participantes até ao Hotel Algarve Race, onde todos se sentiram "verdadeiros pilotos". Após o descanso e os banhos no SPA, durante o jantar no Hotel, decorreu a entrega de prémios e o habitual sorteio Euromaster/Bfgoodrich e Relógios Celsus.
 
 
 
Para o último dia, com bem menos km's, restavam os corta-fogos da Serra de Monchique, e o Miradouro da Fóia que, desta vez, pouco tinha para mostrar, devido ao mau tempo. Com os medronhos maduros na Serra, não poderíamos deixar esquecida a visita e a prova à Casa do Medronho, onde os participantes "aqueceram" as temperaturas...
 
 
 
O Raid Trans'ul contou com os apoios da Euromaster/Bfgoodrich e Relógios Celsus.
Para 2020, prometemos continuar a percorrer este belo país em Todo Terreno Turístico. Fica atento às novidades!